Workshops de Horticultura para crianças e adultos – Horta Vertical

No passado mês de Junho, terminou mais um ciclo de workshops DE HORTICULTURA PARA CRIANÇAS E ADULTOS, no Dolce Vita Tejo (o maior centro comercial da europa). Estes workshops foram dinamizados pela Associação Chão da Terra, e contou com o apoio da Minigarden. A Associação Chão da Terra tem como grande objetivo difundir práticas hortícolas ecológicas e de promover o contato com a terra e natureza.   Durante vários dias, foi possível conhecer os benefícios das hortas urbanas e aprender sobre o cultivo de plantas hortícolas e aromáticas. Em meio urbano, o uso de canteiros elevados e de estruturas que aproveitam o espaço na vertical, pode ser a solução ideal para criar uma horta urbana. Foi aqui que todos os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o sistema Minigarden Vertical. Todos puseram as mãos na terra e seguiram, passo a passo, as sugestões para criarem uma horta Minigarden Vertical e nunca foram esquecidos os princípios gerais para uma agricultura sustentável. Foi um momento de divulgação e aprendizagem para todos os participantes. Diversão para adultos e crianças não faltou. …E assim encerraram este ciclo de workshops dando o merecido destaque para Associação Chão da Terra. Bem-vindos à Urban Green Revolution!     Dica da Associação Chão da Terra: CRIAR UMA HORTA VERTICAL – passo a passo Coloque a horta vertical num local com uma exposição solar mínima de 4 ou 5 horas diárias; Encha o fundo da horta vertical com material drenante que escoe ou absorva o excesso de água; Escolha um substrato adequado ao tipo de plantas; Adeque o tamanho da plantas e das suas raízes às dimensões da horta...

Na horta com… Joana Lobato

Desta vez, a equipa Minigarden visitou a horta de Joana Lobato, uma jovem que tem como grande paixão os seus amigos e companheiros de quatro patas. Sempre ambicionou ter uma horta em casa, mas a falta de tempo e espaço sempre foram fatores que impossibilitaram a implementação deste desejo. Joana explicou-nos que “Ainda tentei cultivar em vasos, mas sem sucesso”. Joana sempre se preocupou com a saúde e segurança alimentar. Os alimentos biológicos, para além de não serem produzidos com substâncias químicas, nocivas para a saúde e a causa de muitas doenças, são mais saborosos e nutritivos. “Preocupo-me com o meio ambiente. Os pesticidas prejudicam bastante a água, o ar e o solo e também a nossa saúde, direta ou indirectamente. Quando deixei de consumir carne, os vegetais passaram a fazer parte do meu dia-a-dia. Até poderia optar por adquirir em superfícies comerciais, mas os preços são elevados e nem sempre tenho a garantia de que realmente não usam produtos químicos ou conservantes.” “Numa altura em que se fala cada vez mais das hortas, principalmente as biológicas, decidi procurar a melhor solução. Foi quando encontrei Minigarden… decidi colocar a horta na minha varanda”, diz Joana enquanto colhe Hortelã para o chá. “Queria ter a possibilidade de cultivar a minha horta, com a garantia da qualidade dos produtos que consumo e que também produzo para dar aos meus animais. Eles adoram cenouras e assim tenho a certeza que não consomem químicos” Joana adora usar ervas aromáticas nos seus cozinhados, e acha o preço de uma embalagem de ervas frescas em qualquer supermercado um pouco exagerado. “Decidi ser um pouco de...

Na horta com… Paula Magessi

A horta Minigarden tem vindo a conquistar cada vez mais adeptos. Desta vez damos destaque a uma família da Charneca da Caparica, que tem uma paixão antiga pela agricultura. A falta de tempo e espaço sempre foram fatores que impossibilitaram a implementação deste sonho. A equipa Minigarden teve a possibilidade de acompanhar esta recente horta urbana. Pôde assim testemunhar a concretização de mais um sonho.   Paula Magessi conta que “Foi o nosso projecto pessoal. Cada detalhe acabou por ser pensado ao pormenor e a rega não foi esquecida.” Paula sabia que o segredo do cultivo estava na selecção de um bom sistema de rega e o Minigarden estava preparado para isso. “O vosso sistema gota-a-gota dá a cada planta a água e a nutrição necessária, evitando desperdícios de um recurso tão importante como a água. Ainda optámos por acrescentar um programador, um doseador de adubo e um filtro/redutor de pressão, tornando o sistema de rega e nutrição automatizado.  Foi uma solução fantástica, uma vez que o nosso tempo livre diário era escasso.”… “A horta cresce e alimenta-se sozinha”, conta Paula com grande entusiasmo. Acrescentou ainda que “Em menos de meio metro quadrado de chão foi possível ter mais de 106 plantas que consomem dióxido de carbono e libertam oxigénio.”…”Os meus netos adoram.” Com esta experiência, a família da Charneca da Caparica concluiu que a facilidade com que se pode cultivar, colher e comer sabendo exatamente o que contém cada planta, erva aromática ou frutos que estamos a ingerir começa a ter um peso cada vez maior . “Foi impressionante ver que em menos de um mês, as alfaces e pepinos...

Horta Vertical Minigarden no complexo dos Coruchéus

No bairro de Alvalade, em pleno coração de Lisboa, existe agora uma nova horta vertical ao dispor da comunidade. A horta vertical dos Coruchéus está instalada na área do jardim de acesso condicionado do complexo cultural dos Coruchéus, um espaço público integrado no bairro de Alvalade, construído nos finais dos anos 60. Este pólo cultural da cidade de Lisboa é composto por uma biblioteca municipal, 50 ateliers ocupados por artistas plásticos, atribuídos em concurso público, a Galeria Quadrum (que tem uma programação regular de exposições) e a sede das galerias municipais, atualmente integradas na EGEAC. A horta vertical O espaço exterior contém um jardim, com uma área de acesso livre e outra, de menor dimensão, de acesso mais condicionado. Foi aqui que as Galerias Municipais da EGEAC decidiram instalar a horta vertical Minigarden, num muro branco, junto a um relvado com três choupos e a um lago com peixes vermelhos, nas traseiras da Galeria Quadrum, cujas paredes envidraçadas permitem a visibilidade da horta a partir do seu interior. A Horta Vertical destina-se a ser frequentada ( na modalidade de recolha/ plantação ou sementeira) pelos artistas dos ateliers e vizinhos dos Coruchéus. Através de programas e actividades, articuladas com as instituições locais do bairro, como as escolas e a academia senior, a horta vertical acolhe pessoas de todas as idades. “Pensou-se para este espaço, um lugar vivo e dinâmico, de fazer permanente, que pudesse funcionar como um mural oferecido à comunidade”, afirma Helena Tavares – responsável pela horta vertical. “A sua verticalidade adequa-se perfeitamente ao desenho arquitectónico destes edifícios, caso único da cidade de Lisboa.” A instalação foi feita com...

Querido, mudei a casa recomenda uma horta vertical na cozinha

O programa de televisão Querido, mudei a casa é uma referência a melhorar a qualidade de vida dos portugueses, através das suas famosas remodelações. Desafiados para remodelar uma cozinha, os Queridos não hesitaram a recomendar uma horta vertical Minigarden na parede. Esta solução permite cultivar plantas aromáticas verticalmente, num espaço muito reduzido e dentro de casa.   Esta fantástica horta é composta por um Minigarden Vertical e dois Minigarden Corner, combináveis entre si. No total são 15 plantas na cozinha, mesmo ali à mão. Qualquer pessoa pode fazer uma horta semelhante na sua cozinha ou varanda. Os Minigarden Vertical e Minigarden Corner podem ser encontrados nas lojas Leroy...